A dor nas costas é um problema mundial que irá afetar 80% da população em alguma época da vida, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS). No Brasil, ela é considerada uma doença crônica, que afeta cerca de 36% da população, de acordo com a Escola Nacional de Saúde Pública. Nos Estados Unidos, 6 milhões de pessoas sofrem com essa dor diariamente.

A primeira crise de dor nas costasgeralmente surge por volta dos 30 anos de idade. Mas, além da dor nas costas, que é a mais comum, há diversas dores musculares que incomodam e atrapalham a qualidade de vida das pessoas.

Abaixo, o ortopedista e traumatologista, que foi médico da Fifa durante a Copa do Mundo 2014 em Porto Alegre e hoje é diretor da Sociedade Brasileira de Artroscopia e Traumatologia do Esporte (SBRATE) e coordenador médico do time de vôlei Canoas, Fábio Krebs, dá dicas e informa sobre esse problema que afeta o mundo todo. Veja a entrevista:

 

O que causa a dor nas costas que afeta grande parte da população mundial hoje?

 

Má postura e esforços em posições ergonomicamente inadequadas da coluna vertebral, assim como dormir em condições inapropriadas.

 

Como podemos cuidar melhor da nossa coluna vertebral, articulações, ligamentos, tendões, etc?

 

Através de uma boa postura da coluna vertebral, equilibrada com atividades esportivas adequadas ao biótipo e estrutura músculo-esquelética, incluindo trabalhos de fortalecimento muscular associados a trabalhos aeróbicos (caminhadas, corridas, bicicleta, etc).

 

Quais atividades físicas você indica para evitar essas dores?

 

Inicialmente consultar um médico ortopedista para elucidar o diagnóstico preciso das dores nas costas e com isso veri car a possibilidade de realizar algumas atividades físicas que sejam permitidas. Dentre as quais posso citar caminhadas, hidroginástica, bicicleta, exercícios em academia sob orientação do educador físico, entre outras.

 

Existem hoje muitos tipos de colchões ortopédicos, quais os benefícios desses colchões para quem usa?

 

Não vejo com muita elucidação a existência de colchões considerados ortopédicos. Um colchão para ser bom necessita ser preparado e adequado ao corpo de cada indivíduo, respeitando as suas peculiaridades como peso e altura. Os colchões com essas características podem ser benéficos ao repouso e descanso do corpo humano.

 

Qual a melhor postura na hora de dormir para evitar dores?

 

Deitar de lado, com um travesseiro que mantenha a coluna cervical numa posição de conforto, sem inclinação e também em decúbito dorsal (abdômen para cima), com travesseiro mantendo a coluna cervical alinhada corretamente.

 

Qual o melhor travesseiro para dormir?

 

Se deitar de lado um travesseiro que mantenha a coluna cervical numa posição de conforto, sem inclinação e quando estiver com o abdômen para cima, um travesseiro mantendo a coluna cervical alinhada corretamente.

 

O calçado influencia na nossa ortopedia? Qual o mais adequado para evitar problemas?

 

O calçado é parte importante de nosso dia a dia, pois necessitamos deles para caminharmos. O calçado ideal é aquele que se adapta ao formato de nossos pés ao final do dia, e que possua de preferência um solado que permita um pouco de efeito anti-impacto.

 

No caso dos atletas que exigem muito do corpo, o que eles precisam para evitar lesões?

 

Precisam de prevenção. Atividades que buscam prevenir lesões, tais como equilíbrio de estruturas músculo-esqueléticas, treinamentos adequados, uso de equipamentos adequados durante a prática esportiva, repouso e descanso necessários de maneira adequada.

<Conheça os colchões Cia Do Sono que podem ser personalizados conforme o tipo físico de cada pessoa e auxiliam você a evitar as dores nas costas>

1 responder

Os comentários estão fechados.