A paralisia do sono é a incapacidade temporária de se mover ou falar que ocorre quando você está acordando ou adormecendo.

Afeta pessoas de todas as idades mas é mais comum em adolescentes e jovens adultos.

Não é prejudicial e deve passar em alguns segundos ou minutos, mas pode ser muito assustadora.

Existem pessoas que já tiveram paralisia do sono uma ou duas vezes na vida, enquanto outras experimentam algumas vezes por mês ou regularmente.

Sintomas da paralisia do sono

 O principal sintoma da paralisia do sono é estar completamente consciente do seu entorno, mas temporariamente incapaz de se mover ou falar.

Durante um episódio de paralisia do sono, você pode: achar difícil respirar fundo, como se seu peito estivesse sendo esmagado ou restringido e ser incapaz de abrir os olhos. A duração de um episódio pode variar de alguns segundos até vários minutos.

Algumas pessoas também têm a sensação de que há alguém ou algo no quarto com elas (como uma alucinação) – e sentem que essa presença quer prejudicá-las.

Quando o episódio acaba podem se mover e falar normalmente, embora possam se sentir inseguros e ansiosos para voltar a dormir.

Procure ajuda se:

  Se você experimenta a paralisia do sono regularmente pois isto o deixará muito ansioso para dormir e provavelmente se sentirá com muito sono durante o dia.

Também existem situações em que em que a pessoa adormece repentinamente ou perde o controle muscular.

Neste caso, os sintomas são de outro distúrbio relacionado ao sono chamado: narcolepsia.

 

O que fazer?

Se estiver se sentindo muito ansioso procure ajuda médica, porém, alguns ajustes podem fazer com que os episódios de paralisia do sono parem de ocorrer.

Evite substâncias como cafeína perto da hora de dormir.

Também evite assistir a filmes e séries de suspense ou terror.

Crie um ambiente tranquilo e confortável para o descanso.

Faça longas respirações antes de dormir.