Posts

Ao fechar os olhos e embarcar nas profundezas de uma noite de sono, não fazemos ideia da quantidade de atividades que seguem acontecendo e da sua importância para a saúde. Passamos um terço das nossas vidas dormindo, mas será que sabemos para que precisamos dormir? Podemos explicar por que esta é uma das atividades mais reparadoras para a nossa mente?

Estes foram alguns dos questionamentos lançados pelo neurocientista Jeff Liff em sua participação ao Ted Talks Med em 2014.

Jeff demonstrou com sua pesquisa a influência do sono para um bom funcionamento do corpo, em todos os âmbitos: mental, espiritual e físico.

Isto ocorre porque é durante o descanso que o cérebro consegue solucionar exigências e problemas que o corpo precisa resolver.

Como por exemplo, o fornecimento contínuo de nutrientes para alimentar as células, resultando numa intensa atividade elétrica. Esta, representa um quarto de todo o abastecimento de energia do corpo e gera resíduos que precisam ser removidos. No restante do corpo o sistema responsável pela limpeza dos resíduos é o sistema linfático, mas ele não atua no cérebro.

Como o cérebro resolve este problema da limpeza de resíduos?

 

 

 

Quando há influência no surgimento do Alzheimer?

Nos pacientes com Alzheimer essa proteína segue entre as células, ou seja, não é eliminada.

E o acúmulo dessa substância é o que acredita-se ser o maior responsável para o desenvolvimento da doença.

Estudos mostram que pacientes que dormem mal têm uma maior concentração de beta-amiloide no cérebro.

 

Se o sono faz parte da solução do cérebro para a limpeza de resíduos, então isto pode mudar radicalmente a forma como encaramos a relação entre o sono, a beta-amiloide e a doença de Alzheimer. Para manter ”a casa limpa” o cérebro precisa do sono reparador porque sem ele, podem se instaurar desordens.

Quando se trata de limpar os resíduos do cérebro é a própria saúde, função da mente e do corpo que estão em jogo.  Jeff finaliza enfatizando, que se cuidarmos do nosso sono hoje, evitaremos problemas, como o Alzheimer no futuro.

 

Gostaríamos de acordar todos os dias animados com uma atitude positiva, mas na maioria das vezes até abrir os olhos e sentar-se confortavelmente parece difícil.

Mas então como podemos previnir essas dores e até evitar que se tornem problemas mais graves?

Para entender como podemos evitar a dor, devemos primeiro descobrir por que temos dor.

Dor no pescoço

 É normal acordarmos com um torcicolo depois de dormir numa posição “engraçada”.

Nossa espinha é composta de três partes principais: a lombar (inferior), torácica (média) e cervical (superior – este é o seu pescoço).

Quando dormimos numa posição desconfortável, o peso de nossas cabeças pode irritar as articulações entre as vértebras dos nossos pescoços, causando espasmos musculares e inflamações, causando desconforto e dor.

Escolher o travesseiro certo pode fazer uma enorme diferença. O travesseiro certo para você pode não ser o travesseiro certo para outra pessoa, por isso é importante experimentar diferentes estilos e níveis de firmeza para apoiar sua cabeça em uma posição neutra quando você dorme.

Tente garantir que a sua cabeça não esteja afundando muito, levantada demais ou sem suporte, por conta de um travesseiro muito macio, pois todos esses fatores podem contribuir para a rigidez muscular.

Se você acordar com dores no pescoço, existem algumas alternativas para evitar o uso de remédios. Uma boa sugestão para conseguir alongar a região e ativar a circulação é a utilização de um suporte cervical,promovendo o alívio das dores nessa região.

 

Dores nas costas

Se o seu colchão não conseguir apoiá-lo da mesma forma que um colchão ortopédico, isso pode levar a um aumento da dor. Um colchão ortopédico pode ajudá-lo de muitas maneiras para alcançar o sono reparador que você merece.

Ao fornecer um grau suave de firmeza, ajuda o corpo a permanecer na melhor posição para o alinhamento e suporte da coluna vertebral.

 

Dica para melhorar a postura

 

Utilizar uma cinta terapêutica proporciona maior estabilidade para a coluna durante o dia.

Porque muitas vezes é difícil manter a coluna ereta durante as atividades profissionais, principalmente quem trabalha numa mesma posição praticamente o dia todo.

A Cinta Terapêutica Cia Do Sono, atua com magnetoterapia, ativando a circulação, sustentando a coluna e promovendo o alívio de dores.

 

Dores no quadril

 Como você já pode perceber dores no pescoço, nas costas e no quadril em muitos casos estão relacionadas com a posição adotada durante o sono.

Mais especificamente as dores na região do quadril, tendem a ser causadas por um colchão inadequado.

Ter um colchão muito duro ou muito macio pode não ser bom para o alinhamento natural do seu corpo.

 

Um colchão de má qualidade também pode causar isso, pois não dará o apoio adequado que seu corpo precisa. Realizar alongamentos como joelho no peito, rotação do tronco, alongamento cruzado, alongamento de borboleta, prancha, ajudam a relaxar e soltar os músculos das atividades do dia.

Ao acordar com dor no quadril, você também pode congelar a área dolorida, esta medida irá reduzir a inflamação e dor. Você deve congelar a área por 15-20 minutos e esperar pelo menos 30 minutos antes de colocar gelo na área novamente, podendo repetir esta ação ao longo do dia. Lembre-se de nunca dormir com um bloco de gelo, pois isso pode causar mais problemas.

Prevenção

Colchões Ortopédicos

 

Eles são extra firmes e projetados para fornecer o máximo suporte durante a noite, apoiando suavemente suas costas e articulações para minimizar dores e sofrimentos. Assim, distribui de maneira equilibrada o seu peso corporal para aliviar o estresse e os pontos de pressão dolorosos, ajudando a manter o alinhamento natural da coluna.

Garantir que você tenha o apoio adequado durante a noite é a chave para relaxar os músculos e articulações em todo o corpo. Quando seu corpo é capaz de descansar numa posição natural que promove o alinhamento ideal para a coluna vertebral, seus músculos podem relaxar.

Quando o seu colchão não está bem adaptado às suas necessidades, os seus músculos têm de trabalhar a noite toda, tentando manter o corpo no equilíbrio correto. Muitas vezes é por isso que você acorda dolorido.

É importante saber se suas dores pedem uma atenção especial para que possam ser tratadas e não evoluam a um problema mais grave.  Um colchão ortopédico pode ajudar na maioria dos casos. Estudos mostraram que a qualidade de apoio de um colchão começa a depreciar após 7 anos. Depois de 8 anos de uso, um novo colchão é essencial para um sono reparador.

 

Carolina S. Goulart